Danfoss - ok

Braswell ganha economia do projeto à operação ao automatizar fabricação de papel

A Braswell Papel e Celulose atua na produção de papel tissue, com fornecimento de produtos para consumo e para conversões de linhas próprias. Com unidade administrativa e fabril localizada na cidade de Paulínia, interior do estado de São Paulo, a Braswell é mantenedora da marca Sulleg, que tem como características oferecer conforto e qualidade aos seus consumidores.

 

A empresa estava instalando sua segunda máquina de papel tissue na planta e necessitava mais do que o simples fornecimento de um sistema de acionamento: buscava por uma engenharia consultiva que tratasse dos produtos aplicados à sua realidade, levando em consideração aspectos de instalação, operação (confiabilidade e eficiência) e manutenção (baixo índice e consultoria preventiva). A Braswell recorreu à Danfoss para atender suas necessidades.

 

A multinacional dinamarquesa propôs a solução de acionamento NXP System Drive, com projeto e execução completo. “Aplicamos os retificadores regenerativos NXA e os inversores NXI, montados e testados pela própria Danfoss na Europa. Estes acionamentos controlam os drives principais da máquina 2 de papel tissue, responsáveis pelo controle desde a formação até ao enrolamento das bobinas jumbo. O objetivo é garantir um perfeito controle da fabricação do papel, atendendo aos padrões de qualidade Braswell, para que no próximo estágio sejam convertidos pela própria empresa em outro setor de sua unidade fabril”, explica José Garbin, engenheiro de vendas da Danfoss.

 

O engenheiro da Danfoss acrescenta que a parada de uma máquina de papel de grande porte é extremamente indesejável na indústria de papel e celulose, pois acarreta custos de perda de produção e a indisponibilidade das máquinas, que normalmente funcionam em três turnos. Portanto, torna-se impossível a recuperação da produção, além de acarretar complexidade de ajuste das máquinas para retomar a produção e a possibilidade de quebra de componentes (telas, por exemplo) em caso de perda de sincronismo entre os drives.

 

O Vacon® NXP System Drive, da Danfoss, é uma solução de acionamento para sistemas complexos – dentre eles o controle de uma máquina de papel – e se vale da padronização de seus projetos para buscar a simplificação, economizando tempo, mitigando a possibilidade de erros e possibilitando flexibilidade para atender às particularidades de cada situação.

 

Garbin explica que a economia na fase de projeto acontece por meio da utilização de softwares de aplicação da Danfoss, que possibilita grande redução no tempo de selecionamento dos conversores – garantindo a disponibilidade de torque em toda a faixa de velocidade de operação dos motores – e no projeto completo dos painéis (layout, listas de componentes, seccionamento para transporte etc.).

 

No caso da Braswell, estima-se que a economia seja de 90%, ou seja, um projeto executado de forma convencional em 100 horas pode ser feito em apenas 10 horas. Ao automatizar o projeto, a possibilidade de erros é mitigada e a solução é compactada devido aos painéis menores. Como benefício adicional, também é possível fazer a validação dos motores especificados pelo fabricante, conferindo se há a capacidade ou não de atender aos requisitos de torque e velocidade das cargas.

 

“A Danfoss possui uma avançada tecnologia e uma escala global de fabricação, o que otimiza processos e confere grande competitividade comercial ao produto”, comenta Geremias Viana, diretor industrial da Braswell. Os principais benefícios que a Braswell conquistou ao adotar a solução da Danfoss são a compactação do produto (grande densidade de potência por m2), agilidade em processos e vantagens comerciais devido à escala de produção (otimização de processos e controle de custo fixo por ser fabricante dos próprios semicondutores). “O integrador do sistema, Auti Automação Industrial, foi capacitado pela Danfoss e em menos de um mês realizou o start up da máquina, atingindo a velocidade nominal de produção, o que pode ser considerado como algo excepcional”, avalia Viana.

 

 

Fonte: Press à Porter

 

 

 

 

Os textos publicados neste espaço são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar

necessariamente a opinião do Portal.

 

A Braswell Papel e Celulose atua na produção de papel tissue, com fornecimento de produtos para consumo e para conversões de linhas próprias. Com unidade administrativa e fabril localizada na cidade de Paulínia, interior do estado de São Paulo, a Braswell é mantenedora da marca Sulleg, que tem como características oferecer conforto e qualidade aos seus consumidores.

 

A empresa estava instalando sua segunda máquina de papel tissue na planta e necessitava mais do que o simples fornecimento de um sistema de acionamento: buscava por uma engenharia consultiva que tratasse dos produtos aplicados à sua realidade, levando em consideração aspectos de instalação, operação (confiabilidade e eficiência) e manutenção (baixo índice e consultoria preventiva). A Braswell recorreu à Danfoss para atender suas necessidades.

 

A multinacional dinamarquesa propôs a solução de acionamento NXP System Drive, com projeto e execução completo. “Aplicamos os retificadores regenerativos NXA e os inversores NXI, montados e testados pela própria Danfoss na Europa. Estes acionamentos controlam os drives principais da máquina 2 de papel tissue, responsáveis pelo controle desde a formação até ao enrolamento das bobinas jumbo. O objetivo é garantir um perfeito controle da fabricação do papel, atendendo aos padrões de qualidade Braswell, para que no próximo estágio sejam convertidos pela própria empresa em outro setor de sua unidade fabril”, explica José Garbin, engenheiro de vendas da Danfoss.

 

O engenheiro da Danfoss acrescenta que a parada de uma máquina de papel de grande porte é extremamente indesejável na indústria de papel e celulose, pois acarreta custos de perda de produção e a indisponibilidade das máquinas, que normalmente funcionam em três turnos. Portanto, torna-se impossível a recuperação da produção, além de acarretar complexidade de ajuste das máquinas para retomar a produção e a possibilidade de quebra de componentes (telas, por exemplo) em caso de perda de sincronismo entre os drives.

 

O Vacon® NXP System Drive, da Danfoss, é uma solução de acionamento para sistemas complexos – dentre eles o controle de uma máquina de papel – e se vale da padronização de seus projetos para buscar a simplificação, economizando tempo, mitigando a possibilidade de erros e possibilitando flexibilidade para atender às particularidades de cada situação.

 

Garbin explica que a economia na fase de projeto acontece por meio da utilização de softwares de aplicação da Danfoss, que possibilita grande redução no tempo de selecionamento dos conversores – garantindo a disponibilidade de torque em toda a faixa de velocidade de operação dos motores – e no projeto completo dos painéis (layout, listas de componentes, seccionamento para transporte etc.).

 

No caso da Braswell, estima-se que a economia seja de 90%, ou seja, um projeto executado de forma convencional em 100 horas pode ser feito em apenas 10 horas. Ao automatizar o projeto, a possibilidade de erros é mitigada e a solução é compactada devido aos painéis menores. Como benefício adicional, também é possível fazer a validação dos motores especificados pelo fabricante, conferindo se há a capacidade ou não de atender aos requisitos de torque e velocidade das cargas.

 

“A Danfoss possui uma avançada tecnologia e uma escala global de fabricação, o que otimiza processos e confere grande competitividade comercial ao produto”, comenta Geremias Viana, diretor industrial da Braswell. Os principais benefícios que a Braswell conquistou ao adotar a solução da Danfoss são a compactação do produto (grande densidade de potência por m2), agilidade em processos e vantagens comerciais devido à escala de produção (otimização de processos e controle de custo fixo por ser fabricante dos próprios semicondutores). “O integrador do sistema, Auti Automação Industrial, foi capacitado pela Danfoss e em menos de um mês realizou o start up da máquina, atingindo a velocidade nominal de produção, o que pode ser considerado como algo excepcional”, avalia Viana.