Suzano - ok

Voith e Suzano Papel e Celulose consolidam parceria tecnológica de sucesso com start up de duas máquinas tissue

A Voith Paper, referência mundial em inovação para a indústria papeleira, foi uma das parceiras tecnológicas da Suzano Papel e Celulose, segunda maior produtora de celulose de eucalipto do mundo, na estratégia da empresa de entrar no mercado tissue, com o fornecimento das máquinas completas para a fabricação de papel para fins sanitários.

 

A multinacional alemã concluiu com sucesso o start up de duas máquinas completas XcelLine VTM4 de dupla largura, instaladas nas unidades de Imperatriz (MA) e Mucuri (BA). Cada uma delas tem capacidade para produzir cerca de 220 toneladas de papel por dia, a uma velocidade de 2000 metros por minuto.

 

As máquinas XcelLine da Voith apresentam componentes, tecnologias e serviços perfeitamente coordenados e integrados que possibilitam rápido start up, excelente performance e alto valor agregado para o investimento dos clientes. O escopo de fornecimento Voith inclui tecnologias, que possibilitam maior produtividade com menor consumo energético e de recursos naturais, tais como a caixa de entrada MasterJet Pro T, Crescent Former, a moderna prensa de sapata NipcoFlex T, cilindro Yankee de chapa de aço EvoDry Y, capota de alta eficiência EcoHood T, enroladeira com sistema automático de troca de bobinas EcoChange T e automação completa.

 

Os projetos foram realizados na modalidade PLP (Process Line Package), nos quais a Voith também forneceu todos os equipamentos auxiliares e serviços para o funcionamento completo das máquinas.

 

A nova VTM4 de Mucuri (BA) iniciou a operação em setembro de 2017. Já a instalada na unidade de Imperatriz (MA) teve seu start up no final de novembro.

 

Para Fabio Prado, Diretor Executivo de Bens de Consumo da Suzano Papel e Celulose, a parceria com a Voith é estratégica para os objetivos operacionais e comerciais da empresa. “A Voith é parceira da Suzano há décadas e temos total convicção de que as máquinas de alto desempenho adquiridas para nossas fábricas de papéis sanitários no Nordeste e o serviço de gerenciamento do fornecimento de equipamentos auxiliares prestado pela Voith permitirão com que tenhamos ótimos índices de produtividade e possamos oferecer o melhor papel do mercado brasileiro”, afirma Prado.

 

Sobre a Voith Paper

A Voith Paper é uma Divisão do Grupo Voith, além de parceira líder e pioneira na indústria papeleira. Por meio de inovações constantes, a Voith Paper está otimizando o processo de fabricação de papel com seu foco no desenvolvimento de produtos que preservam recursos, reduzindo dessa forma o consumo de energia, água e fibras. Além disso, a Voith Paper oferece um amplo portfólio de serviços para todas as seções do processo de fabricação de papel.

 

Sobre a Voith

Há 150 anos, a tecnologia da Voith vem inspirando clientes, parceiros de negócios e colaboradores no mundo inteiro. Fundada em 1867, a Voith atualmente tem cerca de 19.000 colaboradores, gera € 4,3 bilhões em vendas e opera filiais em mais de 60 países no mundo inteiro, o que a coloca entre as maiores empresas familiares da Europa. Como líder tecnológica, a Voith estabelece padrões nos mercados de energia, petróleo & gás, papel, matérias-primas e transporte & automotivo.

 

Sobre a Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose é a segunda maior produtora de celulose de eucalipto do mundo e a maior fabricante de papéis de imprimir e escrever da América Latina. Como subsidiária da Suzano Holding e parte do Grupo Suzano, reúne mais de 90 anos de tradição com o que há de mais moderno de tecnologia para a indústria de papel e celulose. Possui cinco unidades industriais no Brasil, escritórios internacionais em seis países e estrutura de distribuição global preparada para abastecer mais de 60 países. Produz, além de Celulose, Papéis de imprimir e escrever, revestido e não revestido, e para Embalagens, Tissue (papéis para fins sanitários), celulose Fluff (usada na produção de fraldas e absorventes higiênicos), e Lignina (subproduto da fabricação de celulose que pode substituir derivados de petróleo em aplicações de alto valor). Trabalha no desenvolvimento genético de culturas florestais e atua no setor de biotecnologia por meio de sua subsidiária FuturaGene. A empresa possui capital aberto e aderiu ao Novo Mercado, reforçando seu compromisso com o avanço contínuo das práticas de governança corporativa. Para mais informações, acesse www.suzano.com.br.

 

 

 

Fonte: LVBA Comunicação – Voith Paper

 

 

 

 

Os textos publicados neste espaço são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar
necessariamente a opinião do Portal.