Na abertura da FCE Pharma e FCE Cosmetique, Alckmin destaca a importância da indústria o aumento da expectativa de vida do brasileiro

Header-Email-MKT-Cosmetique-021 (1)

 

Presente na cerimônia de abertura das feiras FCE Pharma e FCE Cosmetique, que acontecem simultaneamente de 23 a 25 de maio, o Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin comentou que “a indústria gera valor, paga salários mais altos pois o trabalho é de conhecimento técnico e estimula a cadeia de serviços. Para estimular esse ciclo, já abaixamos o ICMS de produtos cosméticos de 25% para 18%; medicamentos reduzimos de 18% para 12%, e uma parte de remédios de uso mais urgente, reduzimos a alíquota para 7%”.

O governador ilustrou a importância dos produtos farmacêuticos e do setor HPPC com a mudança da expectativa de vida no Brasil. Em 1940, ela era de 43 anos. Hoje, são 75 anos para homens e 78 anos para mulheres. “No Estado de São Paulo, os números são ainda maiores, 78 para homens, mais de 80 para as mulheres”, enfatizou Alckmin.

Nelson Mussolini, presidente-executivo do Sindusfarma, opinou que “produtos cosméticos e farmacêuticos andam lado a lado, e aqui está a força que faz o Brasil caminhar. É um setor que impulsiona a economia com 100 mil empregos diretos e 600 mil empregos indiretos”. De acordo com Vânia Leite, presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia, “há mais de 20 anos a parceria da ABC com a Nürnberg Messe tem fortalecido nossa cadeia, com grande sucesso. O mercado de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria representa quase 2% do PIB brasileiro e é o quarto maior mercado mundial com 10% de todo o consumo global”.

A cerimônia também recebeu o presidente global da Nürnberg Messe, Peter Ottman, que agradeceu a presença de todos, com especial ênfase ao Governador Geraldo Alckmin. O diretor geral da empresa no Brasil, organizadora da FCE Pharma e FCE Cosmetique, João Paulo Picolo, por sua vez, fez menção ao atual cenário. “A caminhada nesses últimos anos têm sido intensa para todos os brasileiros, mas lutamos por dias melhores e nosso objetivo é oferecer uma excelente plataforma de negócios para a retomada do crescimento econômico do setor”.

O primeiro dia da FCE Cosmetique também marcou o início do 30º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, que acontece durante todos os dias de evento com uma intensa grade de programação.

Certificação de produtos cresceu 500% nos últimos três anos, segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira

A demanda por produtos veganos tem aumentado de maneira expressiva entre os seguidores mundiais dessa filosofia e simpatizantes da causa, que exclui por completo o consumo de produtos com qualquer procedência animal. No Brasil, a SVB – Sociedade Vegetariana Brasileira é responsável pela Certificação Selo Vegano e pela primeira vez participa da FCE Cosmetique para orientar a indústria sobre como certificar seus cosméticos.

Durante o 30º Congresso de Cosmetologia, Guilherme Carvalho, secretário-executivo da SVB, contou que a certificação de produtos cresceu 500% nos últimos três anos. “Atualmente, temos 300 produtos certificados, incluindo cosméticos. Recebemos pedido de pelo menos uma empresa por dia em busca de certificação. Com o aumento da demanda e esclarecimento do mercado, imaginamos que em breve teremos o dobro desse número”.

O potencial desse mercado foi reforçado por Carol Murua, gerente de certificação da entidade. “Hoje são cinco milhões de brasileiros veganos, além de outras dezenas de simpatizantes, que não querem contribuir com a exploração e testes animais para produção cosméticos e outros produtos”. A respeito da certificação, ela explicou que a aquisição do selo requer um dossiê de documentos, validação das informações da composição e perfil de fornecedores por engenheiros da instituição.

Outro ponto destacado pelos representantes da SVB é que não é necessário que todo o portfólio seja vegano. É possível certificar apenas parte dos produtos que estiverem de acordo com os requisitos, sem que a marca assuma totalmente essa característica. Eles esclareceram ainda que a equipe de engenheiros que valida a certificação também pode contribuir para reformulações que melhorem as composições e alcancem os requisitos para a conquista do selo.

“Ficamos honrados com o convite para participar do congresso. Sabemos que o tema vem despertando a atenção do mercado e sentimos que a palestra foi muito bem recebida pelo público”, disse Guilherme Carvalho.

Na FCE Cosmetique, sustentabilidade como ideal de marca é bandeira da feito Brasil

Os valores que fazem da feito brasil uma das empresas de cosméticos mais instigantes no mercado brasileiro foram apresentados por Lena Peron, idealizadora da marca baseada no interior paranaense, em Mandaguaçu.

“Como indústria, não devemos mostrar sustentabilidade somente no que é divulgado ao mercado, mas também em nossas práticas internas, na relação com funcionários e com nós mesmos”, falou a empreendedora no painel “Sustentabilidade além do marketing”, parte da programação da Arena do Conhecimento da FCE Cosmetique. “A feito brasil foi criada em torno da minha família, com meu marido e meus filhos. Entre nossos valores está o processo artesanal, algo que não é simples quando se pretende uma escala industrial, mas é o que devemos fazer se quisermos mudar a lógica do mercado”.

A formulação de produtos que valorizam ingredientes e a cultura brasileira chamou atenção do mercado. A empresa foi reconhecida com o prêmio de empreendedorismo da Abihpec (2016), e com o prêmio de empoderamento feminimo WEPs Brasil 2014 (Empresas Empoderando Mulheres, realização da Itaipu Binacional, com apoio institucional da ONU, entre outras entidades). Além disso, chegou às prateleiras da gigante Sephora.

“Estar aqui em uma feira como a FCE Cosmetique é muito gratificante. É o momento em que as indústrias passam a aceitar que não é possível a beleza insustentável, da capa de revista. Na FCE contribuímos com essa ideia. O espaço da feira está maravilhoso, harmonioso, e podemos conhecer as novas tendências e novos produtos. Precisamos sempre de feiras como a FCE”.

FAMBRAS apresenta o imenso potencial do mercado halal e do consumidor muçulmano, durante Congresso Brasileiro de Cosmetologia

Uma das principais apresentações durante o 30º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, que acontece em paralelo à FCE Cosmetique, foi a palestra “Cosméticos Halal – uma tendência em expansão”, apresentada por Dib Ahmad El Tarrass, gestor de Desenvolvimento do Halal Industrial da FAMBRAS – Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, e Elaine Franco de Carvalho, auditora líder do Setor Halal Industrial. A FAMBRAS é a entidade que emite esse tipo de certificação no país.

Indústrias que possuem esse selo atestam a ausência dos ingredientes proibidos pelos preceitos islâmicos, garantindo a obtenção ética de insumos cárneos de caprinos, aves, bovinos e ovinos, e a ausência de ingredientes baseados na carne suína, além da utilização mínima de álcoois. O mercado halal já movimenta US$ 2,5 trilhões por ano no mundo todo, em segmentos como alimentação, vestuário, produtos cosméticos e farmacêuticos.

Para El Tarrass, uma das principais surpresas que as indústrias têm ao buscar a certificação é a descoberta de que seus produtos, como suco de maçã, exemplo dado pelo palestrante, podem conter até mesmo DNA suíno em sua composição. Agora, companhias brasileiras com pretensão de crescer no mercado exterior buscam cada vez mais a certificação, já que a comunidade islâmica representa globalmente 1,6 bilhão de pessoas. O nicho vem ganhando força não apenas entre os seguidores do islamismo, mas também entre consumidores veganos, e outros que procuram produtos menos processados e com garantias éticas. “A FAMBRAS já fez do Brasil o maior exportador de carne halal do mundo. Mas é importante garantir que a entidade certificadora é reconhecida em todos os países que exigem essa garantia”, alertou Elaine Franco de Carvalho. A meta agora é tornar o país um líder na exportação de produtos cosméticos também.

Serviço
FCE Pharma e FCE Cosmetique
Data: De 23 a 25 de maio de 2017
Horário: cerimônia de abertura às 11h do dia 23 | exposição das 13h às 20h
Local: São Paulo Expo
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 São Paulo

Sobre a FCE Cosmetique
A FCE Cosmetique é a principal plataforma de negócios do setor de cosméticos da América Latina e a única feira que abrange todas as etapas no desenvolvimento e produção de cosméticos, apresentando desde matéria-prima, embalagens, maquinários até acessórios, fragrâncias e serviços. A FCE Cosmetique tem outro grande diferencial, o evento ocorre poucas semanas após os maiores lançamentos de produtos na Europa. Ou seja, é um espelho para o mercado brasileiro, que não precisa se deslocar internacionalmente em busca de material, parceiros, soluções etc. Além disso, a feira proporciona conteúdo qualificado para expositores e visitantes com palestras de profissionais de renome, inclusive internacional. Paralelo ao evento, desde sua primeira edição, acontece o Congresso Brasileiro de Cosmetologia, promovido pela ABC – Associação Brasileira de Cosmetologia, tradicional parceira da FCE Cosmetique.

Sobre a FCE Pharma
A FCE Pharma é uma exposição internacional de tecnologia para a indústria farmacêutica. Com mais de 20 anos, o evento se consolidou como o principal ponto de encontro do segmento. Atualmente, possui um papel importante para a evolução do setor, não só por meio das tendências e lançamentos de produtos e serviços, como também na geração de conteúdo. Em um único espaço, os participantes têm a oportunidade de entrar em contato com toda a cadeia produtiva do setor. Os principais apoiadores da FCE Pharma são Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo), ANF (Academia Nacional de Farmácia) e Abiquifi (Associação Brasileira da Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos).

 

 

Fonte: 2Pro Comunicação

 

 

Os textos publicados neste espaço são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar

necessariamente a opinião do Portal.