Coim - ok

Nova geração de adesivos Novacote contribui para segurança alimentar

Em seminário, Sergio Doldi, gerente de Desenvolvimento para Europa, África e Oriente Médio, destacou aplicação para embalagens retort.

A Coim marcou presença na 10ª Conferência Internacional de Embalagens Flexíveis TAPPI/CETEA, que aconteceu entre os dias 18 e 20 de setembro em Campinas/SP. Sergio Doldi, executivo da linha Novacote falou sobre a utilização dos adesivos e sua eficácia para embalagens flexíveis retort.

As embalagens retort são compostas de plástico e folhas de alumínio utilizadas como alternativa a métodos de conserva tradicionais, como latas e recipientes de vidro. Entre as camadas, precisa existir um adesivo que as una e confira ao produto a capacidade de selagem. A grande discussão em torno da chamada “segurança alimentar” passa por entender qual é o melhor e mais eficiente adesivo para exercer essa função.

Durante o seminário “Novos adesivos alifáticos como soluções seguras para embalagens retort”,  Sergio pontuou as principais diferenças entre os adesivos aromáticos  e alifáticos  com tecnologia Novacote: “ Hoje, o mercado conta com algumas opções de adesivos e técnicas para a produção de embalagens. Pode-se utilizar tanto os aromáticos quanto alifáticos. O que tem se discutido, no entanto, é, primeiro, como escolher o componente ideal para a fabricação da embalagem do produto e, segundo, primar por aquele que atenda às exigências técnicas e regulamentações de diferentes regiões do mundo.”

Sergio chamou a atenção ainda para alguns critérios de eficiência industrial que devem ser considerados para tornar a escolha do adesivo o mais acertada possível. “É necessário se atentar à processabilidade, custo em uso, tempo de cura (depois da laminação) e segurança alimentar (no caso de embalagens retort). Ainda, os adesivos devem ser resistentes a altas temperaturas e não apresentar contaminantes em contato com os produtos que vão proteger.”, pontua. De forma resumida, tem-se:

PROCESSABILIDADE

CUSTO EM USO

TEMPO DE CURA

SEGURANÇA ALIMENTAR

ADESIVOS AROMÁTICOS

EXCELENTE

BAIXO/MÉDIO

CURTO

ACEITÁVEL/QUESTIONÁVEL

ADESIVOS ALIFÁTICOS CONVENCIONAIS

ACEITÁVEL

MÉDIO/ALTO

LONGO (NECESSÁRIA CURA A QUENTE)

BOM

 

Nesse cenário, a nova linha de adesivos alifáticos Novacote apresenta mais vantagens e boa relação custo benefício:

 

 

PROCESSABILIDADE

CUSTO EM USO

TEMPO DE CURA

SEGURANÇA ALIMENTAR

NOVA GERAÇÃO DE ADESIVOS ALIFÁTICOS

MUITO BOA

MÉDIO/ALTO

CURTO

EXCELENTE



“Seja com qual objetivo a empresa esteja utilizando embalagens retort, podemos dizer que

o adesivo alifático de nova geração é a solução perfeita por combinar segurança alimentar reforçada, ampla conformidade regulatória em diferentes mercados e áreas geográficas com um processo de conversão eficiente (cura muito mais rápida e maquinabilidade mais fácil, comparado a outros alifáticos).”, conclui Sergio.

 

 

Sobre Sergio Doldi

Sergio Doldi, gerente de P & D para a linha de adesivos Novacote , é formado em Química Orgânica pela Universidade de Milão.

Trabalha na COIM desde 1995, começando no Departamento de P & D para produtos à base de água para o tratamento de fibra de vidro (divisão Filco).

Desde 2009, é gerente europeu de P & D (incluindo toda a região Europa, Oriente Médio e África –EMEA) para adesivos de embalagens flexíveis sediado em Offanengo, Itália , e também responsável pelos laboratórios de assistência técnica e analítica  sediados em Hamburgo na Alemanha. Esse papel também inclui contato regular com a base de clientes do COIM em todo o mundo.

 

 

Fonte: Thema

 

 

Os textos publicados neste espaço são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar
necessariamente a opinião do Portal.